Com goleiro caririzeiro Santos em campo, Athletico vence o Coritiba e conquista o TRI Paranaense

0
6

O Athletico venceu com o Coritiba de virada e sagrou-se campeão TRI paranaense de 2020. Após vitória por 1 a 0 no jogo de ida, o Furacão saiu atrás, mas empatou com um golaço de Khellven e virou com Nikão. Com isso, o Athletico chega ao 26° título estadual na história.

O Athletico encerra a campanha com 11 vitórias, três empates e três derrotas, com 36 gols marcados e 16 sofridos.

O Coritiba começou o jogo desta quarta com Muralha; Patrick Vieira, Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Nathan Silva, Matheus Galdezani e Gabriel; Rafinha, Robson e Igor Jesus.

Já o Athletico iniciou o clássico Atletiba com Santos; Adriano, Lucas Halter, Thiago Heleno e Abner; Wellington, Léo Cittadini e Marquinhos Gabriel; Nikão, Carlos Eduardo e Guilherme Bissoli.

O goleiro paraibano natural de Cabaceiras, Santos, fez uma bela partida e foi decisivo para conquista de mais um título para sua carreira e para a equipe do Furação.

O Coxa, porém, perdeu Rafinha, o destaque do time na temporada, aos 25 do primeiro tempo. O camisa 7 ainda fará exames, mas a suspeita é de fratura na perna – Thiago Lopes entrou.

Apesar da perda, o Coritiba abriu o placar após Adriano (ex-Coxa) cometer pênalti bobo já nos acréscimos do primeiro tempo. Sabino cobrou com categoria, bola para um lado, goleiro para o outro.

foto: Franklin de Freitas

O Athletico cresceu de produção no final e virou com um golaço de Khellen em bomba de fora da área e em chute por cobertura de Nikão após falha do Coxa na saída de bola – 2 a 1 e festa no Couto.

O Athletico repetiu conquistou o quinto título sobre o Coritiba na casa do rival. Já tinha sido assim em 1945 (quando o estádio ainda era chamado de Belfort Duarte), 1983, 1990 e 2016.