Coordenador de competições de futebol amador de Campina Grande emite comunicado e decide manter a suspensão das competições esportivas na cidade

Após a assinatura e publicação do Novo Decreto Municipal, de N° 4.590/2021, que voltou a permitir a utilização dos espaços esportivos na cidade de Campina Grande-PB, a exemplo de quadras e campos, respeitando as normas sanitárias vigentes, mas que proíbe a aglomeração de pessoas no local e consequentemente proibidos os eventos com público, a coordenação da 7ª Copa Fashion de Futebol Amador, da 6ª Taça Campina de Futebol Amador e da 3ª Taça Campina de Futebol Master, no uso das atribuições que lhe são conferidas, considerando que a média do número de casos da pandemia do Coronavírus (Covid–19) continua alta, considerando também os prejuízos de uma nova paralisação a curto prazo, uma vez que o Brasil vem batendo recordes de mortes diárias causadas pelo Coronavírus, decidiu manter a suspensão das competições esportivas amadoras acimas citadas.

Em nota oficial divulgada nas redes sociais, o coordenador geral das competições esportivas de futebol amador, Walkécio Araújo, destacou o momento atual do agravamento da pandemia no estado, e ressaltou que que logo em breve estará agendando uma nova reunião com os clubes para discutir um novo retorno das competições, sempre com responsabilidade e em consonância com as autoridades de saúde.

CONFIRA: 

Durante toda a pandemia sempre fizemos questão de salientar para o público em geral que mesmo com um orçamento muito menor do que o praticado no futebol profissional, ainda assim, o futebol de pelada é o que garante uma parte importante da renda de seus atletas, árbitros e dirigentes, que agora sofrem com os campeonatos interrompidos. Igualmente reforçamos que a prática do futebol de pelada aumenta a produção de endorfina, o hormônio do prazer, essencial ao bem-estar. Ao ar livre, fazer exercícios estimula a produção de vitamina D. Tudo isso ajuda a reduzir o estresse e a aumentar a imunidade, o que seria importante para quem quer manter-se longe da Covid-19.

No entanto, todo cuidado é importante e fundamental. Não é momento de festas e aglomerações, mesmo em folga, é preciso entender que o período atual é grave e há uma necessidade de restrições. Só assim, o futebol vai ajudar a cuidar e vai poder seguir sendo praticado. Desta forma, acompanharemos a curva epidemiológica e os exemplos que o segmento dos rachas dará durante o período de validade do decreto que se entenderá até o dia 02 de julho, e, assim, agendaremos uma nova reunião com os clubes para discutir um novo retorno da competição, sempre com responsabilidade e em consonância com as autoridades de saúde.

Atenciosamente agradece a Coordenação.

Cariri Esporte