Governo do DF libera e partida do Flamengo pela Libertadores marcará a volta da torcida aos estádios no Brasil

A mudança que já era esperada se tornou oficial: Flamengoe Defensa y Justicia se enfrentarão no Mané Garrincha, na próxima quarta-feira, às 21h30, em Brasília, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores. A Conmebol confirmou na tarde desta quinta a transferência da partida, que inicialmente estava marcada para o Maracanã.

A alteração ocorre após o governo do Distrito Federal liberar a presença de público no estádio Mané Garrincha. Dessa forma, a partida da próxima quarta-feira poderá contar até com 15 mil torcedores, o que representa 25% da capacidade do estádio.

De acordo com os protocolos sanitários divulgados pelo Governo do Distrito Federal (GDF) nesta quinta-feira, a vacinação será obrigatória para a presença de torcedores no estádio. Elas deverão apresentar, no momento da entrada, o cartão de vacinação, comprovando a imunização completa contra a covid-19 com pelo menos 15 dias de antecedência à realização da partida.

Também deverá ser apresentado um teste PCR com resultado negativo, realizado com até 24h de antecedência ao início do jogo. A apresentação do cartão de vacinação e do laudo do exame é cumulativa e obrigatória, ou seja, ambos deverão ser apresentados no ato da entrada no estádio.

Além disso, o clube rubro-negro teve de negociar com o Defensa y Justicia, uma vez que o regulamento da Libertadores exige o aval do adversário para alterar o local original dos jogos. Apesar de ter atuado com estádio fechado na partida de ida, o clube argentino não foi contrário à mudança.

Cariri Esporte

Portal Terra / Foto: Alexandre Vidal/Flamengo