Serra-branquenses reagem ao loteamento do tradicional Campo de Futebol do Flamengo

O tradicional Estádio de Futebol Wamberto Torreão, mais conhecido como Campo do Flamengo, referência ao time de futebol que marcou a história do futebol de Serra Branca nas décadas de 60 e 70, está prestes a acabar.

O Flamengo que rivalizava com o Vasco no município de Serra Branca e “travavam grandes batalhas” com as equipes da região, se destacando no cenário paraibano esportivo amador, fazendo jogos memoráveis até com equipes profissionais do Estado e pode ter sua história apagada com a destruição do campo. Vale ressaltar que o Campo do Vasco (Estádio Municipal) se encontra em estado de abandono.

Loteando

O Campo do Flamengo faz parte do patrimônio da Sociedade Recreativa do Flamengo, junto com a Palhoça do Flamengo (Clube de Dança), que mantem uma associação que outrora era o “point” de recreação dos serra-branquenses e promotora de festas e bailes. Nos últimos dias a sociedade serra-branquense foi pega de surpresa com o anúncio do loteamento do campo e já da venda efetiva dos terrenos.

Reação

Reagindo a tal fato e contestando a direção da Sociedade Recreativa do Flamengo, um grupo de moradores do bairro Pilão, onde se localiza o campo de futebol, com apoio do comércio daquele bairro, estão colhendo assinaturas em um abaixo-assinado para tentar junto ao Ministério Público reverter à venda e com isso, disponibilizar o campo para a prática esportiva, visto que este é dos poucos espaços de lazer do município de Serra Branca.

Alguns comerciantes disponibilizaram seus espaços físicos para pontos de coletas de assinaturas, são eles: Mercadinho Pilão; Josa Barbearia; Bar do Aldelanio; Mix Bet no Pilão  e Arenas Society.

Cariri Esporte

Com Givanildo Santos