Copa Integração de Futebol e Copa Cariri de Futsal ultrapassa 1 ano de paralização devido à pandemia e interrupção gera impacto econômico na região

Consideradas as principais competições esportivas da região do Cariri e Seridó paraibano, a Copa Integração de Futebol do Cariri e a Copa Cariri de Futsal completaram no último mês de março, um ano de paralização devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

As competições regionais que já estão consolidadas dentre o calendário esportivo que anualmente são realizadas no primeiro semestre e acabam agitando inúmeras agremiações, atletas, desportistas, torcedores e o público em geral. Os certames são os grandes atrativos em meio aos eventos esportivos do Cariri e desde as suas interrupções devido à pandemia, deixaram uma lacuna, marcada pelas boas lembranças das praças esportivas lotadas pelos desportistas da nossa região.

Em sua 9ª edição, a Copa Integração de Futebol do Cariri que é coordenada pelo desportista, Flávio Leonardo, foi paralisada após a sua primeira rodada no dia 15 de março de 2020 devido à pandemia e a publicação dos decretos no âmbito estadual e dos municípios, que em suas totalidades, emitiram os decretos suspendendo as atividades e esportivas e a realizações de eventos que gerassem aglomeração. A coordenação resolveu acatar as decisões impostas pelos órgãos de saúde, e até hoje, a competição e os desportistas em geral aguardam pela normalização da situação epidêmica em todo o nosso país e consequentemente em nosso estado.

O mesmo caso aconteceu com a Copa Cariri de Futsal, que em momento estava sendo realizada a sua XIII edição, quando no dia 14 de março de 2020, teve que ser interrompida em sua terceira rodada devido aos mesmas situações devido à pandemia da Covid-19.

Coordenada pelo desportista Damião Lima, a Copa Cariri de Futsal reúne inúmeros desportistas nos diversos ginásios poliesportivos da nossa região, e que a cada edição realizada, aumenta a expectativa das equipes participantes e do público em geral, que literalmente lotam as quadras poliesportivas nos dias dos jogos.

IMPACTO ECONÔMICO

Com a interrupção destas duas competições devido à pandemia, que completou mais de um ano, o fato gerou um impacto econômico com a paralização destes eventos, já que várias pessoas se utilizam dos eventos esportivos, para adquirirem uma renda extra, como é o caso dos ambulantes, comerciantes e as atividades de bares e restaurantes, que nos finais de semanas tem um acréscimo nas vendas e no movimento, devido à vinda de delegações, torcedores e simpatizantes do futebol de campo e do futsal, nas cidades sedes dos jogos durante os finais de semana em nossa região.

Sem falar no impacto causado com os próprios atletas amadores, que em boa parte utilizam da prática esportiva durante os finais de semana para terem uma renda extra com a participação e representação em equipes esportivas da região.

Cariri Esporte