Estádio Renatão, do Campinense, é leiloado por R$ 3,5 milhões; jurídico do clube deve recorrer da decisão

Foto: Samy Oliveira / Campinense

O Estádio Renatão, do Campinense, foi arrematado em um leilão virtual realizado na manhã desta terça-feira. De acordo com as informações divulgadas pela organização do leilão, o bem foi penhorado devido a uma execução de título extrajudicial promovida pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa). O espaço, que compreende, além do estádio, o ginásio e a sede administrativa do clube, foi leiloado pelo valor de R$ 3,5 milhões. De acordo com a assessoria do clube, o setor jurídico raposeiro ainda não foi notificado, mas garante que recorrerá da decisão.

Em dezembro de 2021, o Renatão já havia sido posto a leilão. Naquele momento, o clube foi beneficiado por uma decisão judicial que impedia que o espaço fosse leiloado. O patrimônio do clube, à época, foi penhorado por conta de uma decisão da Justiça do Trabalho, em virtude de dívidas trabalhistas que giravam em torno de quase R$ 5 milhões.

Na decisão do desembargador do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 13ª Região, Carlos Coelho de Miranda Freire, em fevereiro, foi avaliado que o Campinense já vinha negociando e pagando essas dívidas com ex-atletas e ex-funcionários do clube, lembrando que o Estádio Renatão é também a sede administrativa da instituição; portanto um espaço imprescindível para a sobrevivência da agremiação e dos empregados que dela dependem.

De acordo com os dados dispostos no site da empresa mediadora, esta foi a segunda vez que o patrimônio raposeiro foi a leilão apenas neste mês. No último dia 5 de julho, o Renatão esteve com o valor inicial de R$ 7 milhões. Naquele momento, no entanto, nenhum lance foi dado, o que acabou derrubando o valor inicial dos lances pela metade.

O ge Paraíba entrou em contato com a assessoria de imprensa do Campinense, que afirmou que o Rubro-Negro não recebeu nenhuma notificação judicial, tampouco sabia da ida do Renatão a leilão. O departamento jurídico raposeiro, de acordo com o clube, será acionado e, mais uma vez, entrará com um recurso para reverter o resultado da penhora.

Com Globo Esporte/PB