Na abertura do Paraibano 2022, Campinense entra em campo para cumprir protocolo e vence o Nacional de Patos por WO

O Campeonato Paraibano de 2022 não poderia começar de forma mais melancólica. No estádio Almeidão, na quinta-feira (03), Campinense e arbitragem foram ao gramado para iniciar a competição, mas o Nacional de Patos, adversário da Raposa, não. Com isso, o W.O foi sacramentado e acabou dando vitória para o rubro-negro por 3 a 0.

Mesmo com o comunicado desde o dia da véspera de que o Canário do Sertão não tinha jogadores registrados e, por isso, não viajaria para a partida, o time da Bela Vista precisava cumprir todo protocolo para ser declarado vitorioso.

Com direito até a escalação divulgada, Ranielle Ribeiro alinhou seus comandados com Mauro Iguatu, Felipinho, Michel Bennech, Cleiton, Filipe Ramon; Rafinha, Serginho Paulista, Iago Baiano; Matheus Régis, Juninho Potiguar e Olávio.

Poucos antes das 19h, horário para o qual estava marcada a peleja, Campinense e o trio de arbitragem composto por Afro Rocha, Kildenn Tadeu e Rafael Guedes, com a quarta árbitra Ruthyanna Camila, foram até o campo de jogo esperar 30 minutos até poder ser oficializada a desistência do time patoense.

Agora, a Raposa fica com 3 pontos e três gols de saldo, e no domingo (06), em João Pessoa, encara o CSP, às 16h. Por sua vez, há a expectativa de que, sob nova direção, o Nacional de Patos registre atletas para encarar o Sport Lagoa Seca, em casa, na terça-feira (08).

Sobre o não comparecimento ao jogo, a FPF deve notificar o Superior Tribunal de Justiça Desportiva, que irá julgar o caso e pode condenar a equipe sertaneja à uma multa de R$ 50 mil e, no pior dos cenários, suspender de competições oficiais por até dois anos, de acordo com o Regulamento Geral das Competições da CBF.

Voz da Torcida/ foto: Foto: Samy Oliveira